Arquivo de novembro, 2014

capa Darei oficina na Associação Orff Brasil – “Música e Movimento na Educação” – ABRAORFF

Oficina “MÚSICAS INDÍGENAS – Pesquisa e prática” com Magda Pucci e Berenice Almeida

Dia: 30 de novembro de 2014 (domingo)

Horário: 9h às 12h30

Investimento: Gratuito para associado ABRAORFF com a anuidade 2014 quitada

R$ 60,00 (estudante e professor da rede pública)

R$ 90,00 (demais interessados)

Público alvo: Professores de Educação Musical e estudantes de música.

Local: Colégio Santo Américo – Auditório da Educação Infantil.

Rua Santo Américo, 275 – Morumbi – São Paulo – SP
Para estacionamento utilizar a portaria 6 (Rua dos Beneditinos).

TRAZER: Doce, salgado ou bebida para o lanche comunitário. (Este será o último encontro de 2014)

– As vagas são limitadas.

– Inscreva-se com nome, RG e CATEGORIA para o e-mail  inf@abraorff.org.br e aguarde a confirmação da vaga.

– O ASSOCIADO precisa se inscrever.

Oficina – “MÚSICAS INDÍGENAS – Pesquisa e prática”

 

Nesta oficina, realizaremos uma prática musical com repertório indígena, abordando músicas de alguns povos como Kambeba, Paiter Suruí, Kaingang, Krenak entre outros. Por meio dessa prática, pretendemos estimular a reflexão sobre a grande diversidade cultural do Brasil e desmitificar a ideia de que as músicas indígenas são todas iguais. Atividades como cantar em diferentes línguas indígenas, entrar em contato com conteúdos mitológicos, ouvir o som de determinados instrumentos, perceber a forma como a música se insere na vida cotidiana indígena fazem parte da prática musical a ser desenvolvida nessa oficina. Em paralelo à prática, desenvolveremos uma reflexão sobre o papel da oralidade nessas tradições, que se encontra ligada intrinsecamente à musicalidade, proporcionando assim, uma experiência das nossas mais remotas origens, além de também propor possíveis formas de utilização do repertório indígena em sala de aula.

MAGDA PUCCI é musicista e pesquisadora da música de vários povos. Formada em Regência pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), é mestre em Antropologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e doutoranda em Creative Arts and Performance pela Universidade de Leiden na Holanda. É diretora musical do grupo Mawaca há 18 anos, onde desenvolve extensa pesquisa de repertório multicultural aplicada à prática musical. O Mawaca tem seis CDs e quatro DVDs lançados e se vem se apresentando em diversos países. Seu mais recente espetáculo ‘Pelo mundo com Mawaca’ se volta para o universo infantil. Produziu e apresentou o programa de rádio Planeta Som por 13 anos (USP-FM e Multikulti na Alemanha e Suécia), implantou o curso de canto do projeto social “Meninos do Morumbi” e coordenou os projetos “Orquestra Mediterrânea” (SESC) e “Grupo de Refugiados” do SESC Carmo. É autora do livro didático Outras terras, outros sons (Callis) com Berenice de Almeida, De todos os cantos do mundo (Cia. das Letrinhas) com Heloisa Prieto, A Floresta Canta – Uma expedição sonora por terras indígenas do Brasil (Peirópolis) e a Grande Pedra (Saraiva) em parceria com Berenice de Almeida. Também dá palestras, oficinas e cursos de músicas do mundo e música indígena brasileira há mais de 10 anos.

BERENICE DE ALMEIDA é educadora Musical e pianista, formada pelo Departamento de Música da ECA -USP. É mestranda em Educação musical sob orientação de Teca Alencar de Brito, na ECA – USP. Publicou o livro “Música para crianças: possibilidades para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental” da Coleção Como eu ensino (Melhoramentos, 2014); em parceria com Gabriel Levy, cinco livros do professor da Coleção “Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada” (Melhoramentos, 2010) e dois livros do professor da Coleção “Brincadeirinhas Musicais da Palavra Cantada” (Melhoramentos, 2012). Em parceria com Magda Pucci, escreveu o livro “A Floresta canta: uma expedição sonora do Brasil” (Peirópolis, 2014); o artigo “Músicas do Mundo” in: A Música na Escola (Allucci & Associados Comunicações, 2012 ) e o livro “Outras Terras, Outros Sons” (Callis, 2003).  Foi parecerista na elaboração do Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil na área de Música (MEC-2000) e administrou o grupo La Voz de los Niños, atividade acadêmica do FLADEM Fórum Latino-Americano de Educação Musical (2012). Atualmente, participa do Núcleo de Criação e da Equipe Formativa do Programa de Capacitação “Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada”. Desde 1990 até os dias atuais, desenvolve um trabalho de iniciação musical e iniciação ao piano com crianças na Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA), de São Paulo (SMCSP) e ministra cursos e oficinas de formação musical para professores de Educação Infantil e Fundamental em escolas e instituições ligadas à educação.