hora de ensinar!

Publicado: fevereiro 16, 2011 em Uncategorized

Agora é hora de botar a mão na massa! Amanhã começam as minhas aulas na Anhembi Morumbi como professora! Estarei dando aulas de Música Afro-Brasileira no curso de Música Brasileira e de Difusão Cultural e de Gestão Cultural no curso de Produção Musical que a faculdade oferece.  O legal essa faculdade é que são cursos que visam muito a prática musical, de estúdio, no sentido de colocar o aluno em contato direto com o mercado musical, conhecer de perto a realidade. Quando fiz USP, as pessoas me perguntavam o que eu iria fazer com aquele diploma e eu não sabia responder… porque tudo o que era ensinado ali não tinha funcionalidade alguma.. Por um lado, ok ser assim, mas por outro lado, quando sai da faculdade me senti um peixe fora d´água… sem saber pra onde ir e o que fazer com aquela formação super etnocêntrica, voltada exclusivamente para a música européia  erudita, enfim… Tive que dar muitas voltas, estudar outras coisas por minha conta, ir atrás de outros caminhos para poder realmente desenvolver  os meus projetos, dar vazão aquilo que eu queria fazer. Demorou demais, eu acho. Se eu tivesse tido um curso mais prático, mais usável, talvez eu tivesse feito uma outra trajetória, não sei…

Mas enfim, agora é hora de ensinar o que aprendi, fazer os alunos refletirem sobre essa profissão que, cá entre nós, é bem difícil porquê te coloca em situações conflitantes com o mundo real. Fazer música é sempre viver numa outra esfera mesmo, mas atualmente, o artista também não pode ser um E.T. , viver numa torre de mármore, isolado, ele tem que botar a mão na massa, saber como realizar o seu sonho, viabilizar suas ideias satisfatoriamente! E pra isso, ele precisa saber como se auto-gerenciar, como se organizar com toda a papelada que se pede para fazer um show, para produzir um CD,  lançar-se ao mundo. É um trajeto cheio de percalços que pode dar muito certo e pode dar muito errado… depende de um monte de coisas que não é a gente que controla, então pode rolar frustração, medo, insegurança, etc etc.
Sofri muito, ao longo da minha carreira, com todo o tipo de insegurança! Vivia me defendendo das inúmeras críticas e de pessoas que não acreditavam no som que eu queria fazer. O Mawaca, ainda para muitos músicos, é considerado uma bobagem, um som sem sentido para os dias atuais. Nem todos ouvem com atenção para ver que  não é isso… Mas paciência! A unanimidade é burra, já dizia Nelson Rodrigues!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s